e-book page

O Guia Definitivo para

Criar Um Ambiente de

Trabalho Feliz

Nos últimos anos, o termo Ambiente de Trabalho Feliz ou Felicidade Organizacional começou a ganhar destaque e a ter grande difusão até se tornar uma tendência mundial.


As mudanças sociais e culturais e os novos paradigmas de gestão nas empresas têm levado à investigação e implementação de novas práticas em relação aos recursos humanos.


Universidades como Harvard, empresas como Google, Apple, Feedz, Coca Cola, fóruns como TEDx e até governos como Estados Unidos, França, Holanda, Venezuela ou Butão levantaram essa necessidade a tal ponto que a felicidade se torna um eixo fundamental, por isso surge a resolução 66/281 de 2012 das Nações Unidas, que proclamou o dia 20 de março como “Dia Internacional da Felicidade”.


Ao longo deste ebook vamos ver o tema em profundidade para saber o que é e como criar ambientes de trabalhos mais felizes.


S U M Á R I O

1. O que é um ambiente de trabalho feliz?


O interesse de criar ambientes de trabalhos mais felizes começou no momento em que os índices mais elevados de produtividade e comprometimento eram decorrentes de um maior índice de felicidade no trabalho.


Aqui nasce o conceito de ambiente de trabalho feliz, que carrega consigo características de um ambiente de trabalho agradável, interativo, diverso e inclusivo.


Mas vamos além, o que é felicidade? Definir felicidade pode ser relativo para cada pessoa, mas aqui determinaremos o que é felicidade do ponto de vista dos autores clássicos:


Aristóteles: "A felicidade depende de nós mesmos."

Nietzsche: “A sensação de que o poder cresce, de que uma resistência é superada.”

Pearl S. Buck: “O segredo da felicidade no trabalho está contido em uma palavra: excelência. Saber como fazer bem alguma coisa é desfrutá-la.”

Agora, aplicamos essas definições no ambiente de trabalho e na vida pessoal. 


Se falamos do ambiente de trabalho, entendemos que, na medida em que um funcionário se sente mais feliz em seu ambiente de trabalho, maior será a lucratividade para a empresa.


Por isso, cada vez mais empresas se preocupam com a felicidade de seus funcionários. 


Se falamos de vida pessoal, com estas definições observamos a relação que existe entre a nossa atitude, as nossas virtudes e a necessidade de nos sentirmos realizados a nível pessoal, o que implica de certa forma como nos sentimos no nosso local de trabalho, se tivermos desenvolvido o sentimento de pertencimento.


Tudo isso em conjunto é o que tem levado à gestão da felicidade ou felicidade no ambiente de trabalho como elementos de sucesso para uma empresa.

Tendo em mente que a felicidade não é uma questão que depende exclusivamente do salário, criar a melhor experiência para os funcionários e estabelecer estratégias que os ajudem a se sentir motivados é a chave.


Assim, são estabelecidas medidas de retenção de talentos, que dão origem a ambientes de trabalho agradáveis, inspiradores e geradores de confiança. Ambientes que permitem estabelecer uma união entre os objetivos individuais de cada um e os objetivos corporativos.


Portanto, a felicidade corporativa nasce da conversão do trabalho em uma tarefa motivacional, que ajuda as pessoas a encontrarem seus pontos fortes. Trata-se de criar espaços de diálogo.

O resultado por parte dos colaboradores é um comprometimento maior porque os projetos pessoais de cada um e o seu bem-estar são levados em consideração. Por parte das empresas, o crescimento se torna exponencial, os níveis de produtividade são mais elevados, há mais oportunidades de sucesso, a visibilidade para futuros candidatos é melhorada e, acima de tudo, o relacionamento com os clientes é mais bem-sucedido.


Caso haja alguma dúvida em relação se faz sentido dedicar tanto esforço e reflexão para falar da Felicidade no Trabalho, uma "utopia inútil" como alguns gestores a chamam, podemos dizer com segurança que sim, vale a pena.


As novas gerações estão quebrando as formas tradicionais de gestão. Ao mesmo tempo, a força humana e seus movimentos repetitivos quase não são mais necessários. Aproveitar o conhecimento e as habilidades das pessoas começa a ser insuficiente.


Estamos na Era da Inovação, agora precisamos de criatividade, aperfeiçoamento e da paixão de pessoas que estão mais livres do que nunca para escolher o melhor ambiente de trabalho. A empresa que conseguir isso terá vantagens competitivas que a farão prosperar no mercado.


Acesse gratuitamente

Para continuar a leitura deste conteúdo, preencha os campos abaixo:

👉 Ao preencher o formulário, concordo* em receber comunicações de acordo com meus interesses.

👉 Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade.

* Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.